terça-feira, 2 de setembro de 2014

Brasil vence a Alemanha na estreia sem atropelos

Katowice, Polônia (AE) - A seleção brasileira masculina começou muito bem a luta pelo seu quarto título consecutivo do Mundial de Vôlei, que neste ano está sendo realizado na Polônia. Nesta segunda-feira, na Spodek Arena, em Katowice, a equipe dirigida por Bernardinho derrotou a Alemanha por 3 sets a 0 - com parciais de 25/21, 25/19 e 25/17 -, pela primeira rodada do Grupo B.

Satisfeito com a estreia do Brasil, o técnico Bernardinho fez elogios ao desempenho da seleção no triunfo sobre a Alemanha e disse que os jogadores souberam “controlar os nervos” na primeira partida disputada na Polônia. “Conseguimos controlar os nervos, a ansiedade e foi uma partida muito boa, com alguns detalhes a acertar, obviamente, porque essa foi apenas a primeira partida”, avaliou o treinador. “Não podemos baixar a guarda e ter nenhum tipo de tropeço, já que levamos os resultados para a fase seguinte”.

O meio-de-rede Lucão e o levantador Bruninho atribuíram a boa vitória ao entrosamento da equipe, vice-campeã da Liga Mundial. “São nove anos jogando juntos, desde as seleções de base, depois no clube, em Florianópolis, no Rio de Janeiro, e já há um bom tempo aqui na seleção adulta”, disse, em referência a Bruninho. “Eu confio muito na bola dele e ele confia que eu vou estar no lugar certo. Isso é, sem dúvida, muito importante para o nosso jogo”, declarou.

“É um entrosamento que faz a diferença, mas que, ao mesmo tempo, sabemos que os adversários marcam bem. Por isso, temos que saber a hora de variar as jogadas. Como foi umjogo de estreia, acho que temos que nos apoiar talvez em um ou outro jogador que tenha esse bom entrosamento, mas, claro, não é só ele que vai pontuar para o Brasil”, disse o levantador.

Jogo

O Brasil iniciou a partida desta segunda com Bruno, Wallace, Sidão, Lucão, Murilo e Lucarelli como titulares, além do líbero Mário Júnior. Além disso, Felipe, Lipe, Vissotto e Raphael entraram durante o confronto. E a equipe não teve problemas para impor a sua superioridade diante de um adversário que praticamente não ofereceu resistência.

A Alemanha até começou melhor a partida, abrindo 5/2, indo ao primeiro tempo técnico vencendo por 8/5 e depois liderando o placar por 10/7. Logo, porém, o Brasil reagiu. A equipe empatou o placar em 10/10, virou para 13/10 e ampliou a vantagem para 18/13 em um bloqueio do central Sidão, um dos destaques da equipe na parcial, assim como Lucão. Com isso, sem dificuldades fechou o primeiro set em 25/21.

O Brasil manteve o embalo no começo do segundo set e fez 5/2. Mas cometendo muitos erros, permitiu a igualdade da Alemanha em 7/7. A parcial, então, seguiu equilibrada, só que com a seleção brasileira quase sempre à frente.


Tribuna do Norte

Volume de chuvas fica 35% abaixo da média no Estado

Um terceiro ano de seca. É como considera a meteorologia o ano de 2014. Apurando o acumulado do período chuvoso deste ano, as chuvas foram 35% abaixo da normalidade. É o que informa Gilmar Bistrot, meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). “Mesmo que alguns municípios tenham apresentado regularidade, mas quando analisamos o Estado todo, temos um terceiro ano consecutivo. É um  quadro de seca bastante expressivo”, afirma.
A média dentro da normalidade histórica para o período de janeiro a agosto, segundo ele, é um acumulado de 700 mm, considerando todo o Estado. De acordo com o apurado de 2014, as precipitações ficaram  em torno de 450 mm. Uma situação um pouco melhor em relação aos últimos dois anos, mas insuficiente para considerar regular, segundo ele. De acordo com meteorologista, no ano de 2013 o acumulado foi de 400 mm, sendo 42% abaixo da normalidade e o quadro de 2012 foi o mais crítico, sendo abaixo dos 400 mm.  

A falta de chuvas regulares tem trazido consequências  graves para a população do Rio Grande do Norte. Cinco cidades continuam em colapso de abastecimento e 111 estão em situação de emergência – com abastecimento por carros-pipa. A maioria dos 46 reservatórios, monitorados pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), não conseguiram recuperar seu aporte de água. Mais da metade dos açudes está com o nível abaixo dos 20% da capacidade total. 

Reservatórios importantes  como o Gargalheiras, Itans e o açude de Pau dos Ferros estão em situação crítica. O açude de Gargalheiras, localizado no município de Acari, está com 7,26% de sua capacidade, conforme última medição da Semarh, em 15 de agosto. A barragem do Itans, em Caicó, se encontra hoje com 12,31% do volume capaz. E o de Pau dos Ferros com 6,83%. Os dois últimos com medições em 29 de agosto.

A produção agrícola potiguar também foi prejudicada, sentida principalmente no Agreste potiguar. De acordo com o relatório Safra de Grãos, publicado pela superintendência da Companhia de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Conab) no final do primeiro semestre, as chuvas esparsas não conseguiram recuperar plenamente a produção de grãos. A safra está estimada em 53.386 toneladas – um incremento de 308,8% se comparada à do ano passado, mas ainda 49,8% abaixo do registrado em 2011, último ano de boa colheita.

A esperança é um bom inverno em 2015. Mas, ainda não há previsões meteorológicas com dados precisos. O risco do fenômeno El Niño está sob observação. A ocorrência dele seria uma “catástrofe” para o abastecimento de água no Estado. “A gente não tem nenhuma posição nem preliminar, nem definitiva sobre o inverno de 2015. Até porque as informações para prognóstico não estão maduras”, justifica Bistrot. “Temos que ver o pico de máximo e mínimo de temperatura dos oceanos pacíficos e atlântico. Em setembro que dá para começar a fazer avaliação de 2015”.

Para os próximos três meses, não há perspectiva de chuvas relevantes, no RN. “Há uma previsão de chuvas na primeira quinzena de setembro, na faixa litoral, e interior do Estado. Mas, não garantem a mudança no cenário”, coloca Gilmar Bristot.  

Nestas próximas semanas há previsão da renovação do decreto de emergência do Estado, por causa da seca. Segundo Coronel Josenildo Acioli, coordenador da Defesa Civil do RN, a documentação está sendo organizada para que se possa entrar com o novo pedido.


Tribuna do Norte

Acidente grave na entrada de Guamaré com ônibus escolar deixa vítima em estado grave


Por volta das 11:45 desta segunda-feira  dia (1º) de setembro nas imediações da base da Guarda Municipal de Guamaré, um ônibus escolar que trafegava no sentido Salina da Cruz colidiu com uma moto Honda Fan de cor vermelha de placas NZJ 5944 de Guamaré que trafegava na mesma direção, a vitima trata-se de Wilimar Barbosa do Nascimento de 30 anos,  morador do Distrito de Baixa do Meio.
Não se sabe ao certo o motivo da colisão, segundo informações de testemunhas que estava nolocal o ônibus teria passado por cima da cintura da vitima e em seguida o motorista parou o veiculo e evadiu-se do local.
A policia e a Guarda Municipal estão investigando o caso para saber quais as causas do acidente. As testemunhas ainda disseram que a vitima saiu consciente para o hospital da cidade, o mesmo se queixava de muita dor na região da cintura.
A vitima foi encaminhada para o hospital Manoel Lucas de Miranda onde recebeu os primeiros atendimentos e em seguida foi encaminhado para o Hospital Walfredo Gurgel na em Natal. 


Guamaré em Destaque

Populares lincham homem após roubar bolsa em Parnamirim


Em menos de 24 horas, três criminosos foram detidos por populares na região metropolitana de Natal. Na manhã de ontem(1º) após roubar a bolsa de uma mulher, a população conseguiu deter o criminoso na cidade de Parnamirim.
Quando a PM chegou, já encontrou o suspeito do crime ao chão com marcas de agressão. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional Deoclécio Marques.
Os populares disseram a equipe do 190rn.com que fizeram e fariam novamente. Pois sabem que poucos criminosos são presos e quando presos, logo estão soltos e voltam para praticar novos delitos.

Assis Silva

190RN

João Câmara: Prefeito cancela pedido de afastamento e posse do vice-prefeito fica inviabilizada

O blog do Montoril teve acesso a cópia de um ofício enviado ao secretário da Câmara Municipal de João Câmara, Sr. Edilson comunicando o afastamento do cargo para tratamento de saúde e no mesmo ofício, uma observação escrita a mão tornando sem efeito o teor do documento e cancelando o afastamento, com isso o vice-prefeito fica impossibilitado de assumir o cargo,  cuja posse estava prevista para  tarde desta segunda-feira(1º) no plenário da Câmara Municipal.

O documento caiu como uma bomba nos meios políticos e comprova uma falta de cordialidade entre o gestor municipal e seu vice em não entregar mesmo estando enfermo . O prefeito Arisovaldo Targino, como é do conhecimento de toda a população foi submetido a uma cirurgia de coração há cerca de um mês e recentemente voltou a ser internado com complicações no seu estado de saúde.

Assis Silva

Estação de Sismologia da UFRN registra tremor de Terra em Taipu

A Estação de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte registrou um tremor de terra na cidade de Taipu nessa segunda (01), região do Mato Grande. O tremor teve magnitude preliminar de 2.0 com epicentro a aproximadamente 6 km a nordeste de Taipu. A 30 Km a ESSE de João Câmara e 45 km a NW do centro de Natal.

Os sismógrafos instalados em João Câmara e Riachuelo registraram o tremor que ocorreu nesta segunda-feira(1º) às 10h27, horário local. Muitos moradores de Taipu sentiram o tremor.

Assis Silva

Ataques entre Dilma e Marina marcam segundo debate

O segundo debate entre os presidenciáveis na TV consolidou a polarização entre as duas primeiras colocadas na pesquisa eleitoral: Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB). No mesmo dia que o comando de campanha do PSDB sinalizou com apoio a Marina num eventual segundo turno, o senador tucano Aécio Neves evitou o confronto direto com a candidata do PSB e concentrou ataques no governo petista.
Ao contrário das duas, que duelaram diretamente quase todo o tempo, Aécio ficou com papel secundário no embate entre os três mais bem colocados nas pesquisas. Assumidamente nervosa, a ponto de tentar interferir logo no primeiro bloco nas regras do debate, Dilma usou da falta de propostas para o pré-sal no programa de governo do PSB.